terça-feira, 22 de setembro de 2015

Recuperada

Numa noite destas estava eu a blogar, entra a minha vizinha/comadre L., em conversa sobre bricolar, acabo por lhe mostrar as cadeiras coloridas da Val, então ela lembra-se que viu uma cadeira junto a um dos contentores aqui do bairro, fomos lá, a dita cadeira era engraçada, mas estava partida em duas, veio na mesma, pelas 11 horas da noite, cada uma de nós, com um pedaço de cadeira velha na mão, numa risota. Tenho pena de não ter fotos do antes, pois só me lembrei de postar, já o trabalho ia quase no fim.
Mas aqui vai, é esta menina. Primeiro foi colada pelo M.(marido da L.), depois ela  misturou um resto de tinta azul mais escura com branca  e pintou-a, a madeira original era assim para o amarelado.O estofo estava muito velho e porco, não podia ficar.


Então o M. cortou um pedaço de madeira com a mesma medida, e colou na madeira uma esponja que eu cá tinha, depois de a cortar com a mesma medida, a L. ainda forrou a esponja com um resto de tecido  agranfado-o.


Depois seguiu-se a escolha do tecido, no meu armário encontrá-mos uma tira que parecia estar à espera daquela cadeira., acabei por a dividir em três, costurá-la e fazer com que chegasse para o assento.


O tecido era mesmo à conta, fiz uma costura à volta de modo que pudesse lá passar um elástico de rolinho, pois gostamos que o forro saia para lavar.


Ficou assim em três pedaços, foi o melhor que se arranjou, sem ir às compras.


Aí está ele no seu melhor.


Após um trabalho a seis mãos, aqui está de maquilhagem, roupa nova e com um ar feliz.


Ainda ainda não escolheu em que local vai morar, agora ficou na entrada da L., mas livrou-se de um triste fim.

28 comentários:

  1. Respostas
    1. Olá Marta, a pintura não foi trabalho nem escolha minha, foi da L., mas também gosto muito da cor. Beijinhos

      Excluir
  2. A cadeira ficou maravilhosa, linda mesmo.
    Uma vez também vi um cadeirão estilo medalhão com braços junto a um contentor do lixo, mas como tinha 2 pernas partidas, o meu marido não me deixou levá-la para casa..... :-(
    Tenho tanta pena, pois adoro esse modelo, mas se por acaso voltar a ver outra, podes crer que não fica lá.....
    Beijos.
    Ana Silva.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ana, por vezes no lixo, há grandes tesouros, é andar com atenção, e dá-nos muito mais prazer recuperar uma peça que adquirir uma nova, não há comparação possível. Beijinhos

      Excluir
  3. Ainda não conhecia esta obra prima... muitos parabéns aos artistas envolvidos :)

    Beijinhos Cláudia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Está mesmo uma maravilha, tens que ver ao vivo e a cores...

      Excluir
  4. Olá Ana, que bom que ao partilharmos ideias conseguimos inspirar outras pessoas! A cadeira ficou um mimo e bem romântica e, o que é mais compensador ainda, a custo zero! Por vezes quando vejo coisas partidas no lixo, coíbo-me de trazer porque não tenho ferramentas para arranjar, mas estou a pensar entrar num curso (de curta duração) de marcenaria, justamente para poder avaliar se vale a pena trazer para casa a peça partida, ou não. Beijinhos Ana, e continua com estas recuperações que fazem bem aos olhos e à alma!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Val, olha que a ideia do curso de marcenaria, parece interessante, é uma profissão que muito admiro, fazer e recuperar peças em madeira, (não confundir com aglomerado). Quando vejo um trabalho destes terminado, fico a olhá-lo maravilhada, se estiver em algum blog, vou várias vezes espreitar e ainda o apresento ás amigas, preciso de partilhar os tesouros que vou descobrindo. Beijinhos..

      Excluir
  5. Olá Ana, a cadeira teve uma 2ª vida e tão bem tratada que foi :-) Ficou linda! a cor é muito clean e essa capa de balões, as cores do tecido combinam tão bem! Imagino a satisfação de vocês os três quando a cadeira ficou renovada... Tanto trabalho artesanal para no fim contemplar o trabalho já completo. Deve ser bem recompensador. Beijinhos grandes*** Continuação de boa semana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Joana, é mesmo, principalmente nós as duas, embasbacadas a olhar para a cadeira. Beijinhos

      Excluir
  6. Olá Ana :)
    Grande antes e depois ,ficou muito bonita .
    A tinta faz milagres ;)
    Boa semana
    bjs
    Lulu

    ResponderExcluir
  7. Sim Lulu, faz mesmo, os móveis ganham uma nova vida. Beijinhos.

    ResponderExcluir
  8. Oi Ana esta aí uma coisa que adoro fazer... recuperar móveis;
    Mas a parte que não gosto muito é de lixar e dar as primeiras demãos kkk;
    Mas depois do trabalho pronto é muito bom...
    Linda a cadeira.
    Bom final de semana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É mesmo, também detesto lixar, mas a pintura gosto, é a parte em que vemos o trabalho evoluir. Beijinhos.

      Excluir
  9. Olá, parabéns pelo blog!
    Se você puder visite este blog:
    http://www.morgannascimento.blogspot.com.br/
    Obrigado pela atenção

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já fui visitar e gostei muito, obrigada Morgan.

      Excluir
  10. Ficou bem gira e o tecido dos balões é lindo.
    Na semana passada na rua onde faço a fisio, ao pé do contentor estava uma dessas bem antigas, fiquei mesmo triste por ainda ter de apanhar um autocarro e trazer a cadeira no autocarro não podia. A cadeira lá ficou a chorar por mim :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que pena Pinta, nas tuas mãos tinha sido bem tratada.
      O tecido era apenas uma tira, só mesmo acrescentado é que consegui. Beijinhos.

      Excluir
  11. Ficou muito fofinha, com essa cor e tecido! E é menos uma cadeira abandonada!
    :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O que se puder recuperar e não fazer mais lixo, é sempre bom, e dá maior satisfação do que comprar o artigo novo.Beijinhos.

      Excluir
  12. Ah, que gira! Ficou bem linda e elegante! Que sorte, uns vizinhos desses... muitos parabéns ao maravilhoso grupo que fez esta bela obra de arte. Eu adorei!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Lete, sim foi um trabalho a três mãos, também gostei do resultado.

      Excluir
  13. Ah, esqueci-me de gabar o tecido: que foofo! Adorei os balõezinhos, ficou uma ternura!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É um tecido um pouco infantil, mas que gosto muito.

      Excluir
  14. Uau Ana que trabalho fantástico!! A cadeira está linda, como é bom ver objectos velhos com vida nova. O tecido que escolheste é muito giro!! Parabéns querida!
    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada Catarina, também adorei o resultado final, valeu a pena ter ido junto ao contentor do lixo buscá-la. Beijinhos.

      Excluir